Cabelo 18/09/2017

O que é cabelo elástico e o que fazer quando acontece?

Muitas vezes, as nossas madeixas ficam com um aspecto estranho e não sabemos identificar a verdadeira causa. Esse é o caso do cabelo elástico — você já ouviu falar nesse termo? Os fios costumam ficar franzinos e quebradiços, principalmente, se você faz um penteado.

Você se identificou? A situação parece simples, mas pode oferecer uma série de riscos à sua saúde capilar, deteriorando a estrutura do couro cabeludo. No entanto, esse problema tem solução, basta seguir algumas dicas práticas e funcionais.

Neste post, você vai descobrir como tratar os seus fios elásticos e como se prevenir para que esse problema não volte a lhe incomodar. Acompanhe a seguir e descubra de que maneira isto é possível!

O que é o cabelo elástico?

Antes de correr atrás do melhor tratamento, que tal entender as causas para que os seus fios fiquem emborrachados? O que você precisa saber é que o cabelo se torna franzino por perder a sua elasticidade natural.

A consequência é uma estrutura mais fina e sensível, o que resultará em quebras constantes. É possível identificar essa situação com um teste rápido: ao puxar o fio, observe se ele volta ao normal ou não. Se as suas madeixas estiverem saudáveis, o visual continuará o mesmo. Se realmente estiver faltando nutrição, é provável que o fio se quebre ou fique encolhido.

As causas para que isso aconteça são diversas, mas as principais são os procedimentos químicos. Coloração e alisamentos são alguns exemplos de tratamentos que tornam o cabelo mais frágil a cada sessão. Inclusive, o problema deve ser visto com seriedade, já que você corre o risco de destruir as fibras capilares e demorar um bom tempo para reconstruí-las.

Porém, não se assuste! Pois, nem tudo está perdido e você ainda pode aproveitar o alerta e abusar dos cuidados especiais.

Como cuidar dos fios?

Agora que você já sabe que há solução para o problema, preste atenção em alguns passos que vão deixar o seu cabelo forte e estimular o crescimento saudável dos fios . São eles:

Deixe a química de lado

A primeira dica é abandonar, por um período, os processos químicos. Essa etapa é importante para que o seu cabelo se recupere completamente dos danos. Insistir em uma escova progressiva ou descoloração é um grande erro nesse caso.

Monte um cronograma capilar

Depois de passar por consecutivos procedimentos químicos, o cabelo perde muita proteína, resultando no aspecto de cabelo elástico. Por isso, considere uma agenda de reposição com proteínas, aminoácidos e demais ativos reconstrutores.

Procure por opções com proteína de trigo, que diminui o aspecto poroso. Outros componentes também são importantes, como a queratina e a arginina. Você ainda pode incluir nessa lista o colágeno, que é ideal para reter água nos fios e, consequentemente, hidratar e criar resistência.

Use produtos adequados

Junto ao cronograma de tratamentos, é preciso apostar nos produtos certos para o cabelo elástico. A fim de intensificar a nutrição, escolha cosméticos pós-química que tenham queratina e aminoácidos na sua fórmula.

Invista na hidratação

Sentiu a diferença no resultado? Este é o momento de abusar da hidratação. Uma vez por semana, utilize óleos com o pH ácido, como o argan, para selar os fios. Conforme observar a melhora, diminua o número de aplicações para evitar a oleosidade.

Como evitar que o problema volte a incomodar?

Mesmo que o problema esteja resolvido, ainda é preciso saber como evitar que esse efeito volte a acontecer. Um bom caminho para isso é sempre utilizar protetor térmico antes de investir nos aparelhos que agem por meio do calor. A escova e a chapinha são capazes de proporcionar um look incrível, desde que usadas com equilíbrio.

Evite também os procedimentos químicos mais fortes. O alisamento e a descoloração podem se tornar as principais vilãs de um cabelo saudável e macio. Nesse caso, espere o período mínimo de três meses antes de refazer qualquer processo. Pensando em todos esses detalhes, você mantém as suas madeixas sempre belas e impecáveis!

O que é preciso comer para ter cabelos saudáveis?

Certamente, você já deve ter ouvido falar que a beleza vem de dentro para fora, não é mesmo? Uma alimentação rica em nutrientes estimula o organismo a ter um melhor desempenho e, por isso, a pele se torna mais luminosa e o cabelo fica mais forte e com mais vida. Sem falar é claro, que nos sentimos mais bem-dispostas e mais bonitas!

Escolher os cosméticos certos é fundamental para deixar as madeixas saudáveis e sedosas. No entanto, se eles forem aliados a uma dieta equilibrada, composta por proteínas, vitaminas e sais minerais, os resultados serão exponencialmente maiores.

Então, veja a seguir de que maneira é possível melhorar o aspecto dos fios e dar mais saúde ao couro capilar, comendo os alimentos certos.

Cabelo brilhante

O chá-verde deve estar incluso na dieta, pois contém uma série de vitaminas imprescindíveis para deixar os fios mais aveludados, tais como: B1, B2, C e E. Essas substâncias são as responsáveis pelo fechamento das cutículas capilares, o que evita as pontas duplas e confere brilho ao cabelo.

Além disso, o chá-verde é antioxidante e traz polifenóis em sua composição, elementos essenciais para estimular o crescimento de novos fios. Então, consuma de 2 a 3 xícaras do chá diariamente, nas versões quente ou gelado.

Cabelo encorpado

Para que o cabelo se torne mais encorpado e menos fino, você deve incluir a proteína do complexo B no cardápio diário. Ela está presente nas carnes vermelhas, aves, frutos do mar, soja, queijos e ovos. Por isso, na hora de ir ao mercado, não deixe de comprar estes alimentos.

Cabelo resistente

Não é à toa, que os povos asiáticos ostentam cabelos mais fortes e volumosos. A dieta deles é baseada no consumo frequente de algas, que são ricas em iodo, ferro, cálcio, magnésio, carbono e potássio. Além das vitaminas A, B, C, E, F e K, que ajudam a fortalecer os fios. O resultado são madeixas mais resistentes e com brilho acentuado.

Cabelo sem caspa

O óleo de coco e o gengibre são excelentes ingredientes para evitar a caspa e a queda do cabelo. O primeiro é de origem vegetal e contém ácidos, como: oleico, linoleico, láurico, caprílico e palmítico, entre outros, o que forma uma proteção natural em volta dos fios.

O gengibre, por sua vez, tem ação bactericida e anti-inflamatória, que descongestionam os folículos capilares e, consequentemente, deixam as madeixas mais saudáveis e reluzentes. Aproveite para tomar o chá e utilizar a versão em pó, para preparar pratos quentes e saladas.

Ao seguir as dicas apresentadas acima, você vai ver que ter cabelo elástico não será mais um problema em sua vida. Basta investir nos cuidados diários, como a escolha de produtos adequados para as madeixas e optar por ter uma alimentação rica em nutrientes essenciais para a saúde dos fios.

Você sabe quais são os 4 erros comuns ao cuidar do cabelo e como evitá-los? Então, leia o artigo que preparamos e mantenha as madeixas sempre belas e sedosas!