Cabelo 17/07/2018

Cabelo poroso: como identificar e tratar este problema?

Com tanta poluição, tratamentos químicos e outros procedimentos agressivos, é comum as madeixas ficarem danificadas e perderem o vigor, não é mesmo? O resultado é um cabelo poroso e ressecado, que se quebra com facilidade e tem tendência ao frizz.

Diante desse cenário catastrófico, pode até parecer impossível conquistar fios fortes e saudáveis. No entanto, não perca as esperanças! Com os cuidados adequados, as madeixas podem ser recuperadas, e você voltará a desfilar por aí exibindo toda a beleza dos seus cabelos.

Para aprender a identificar se você tem cabelo poroso e como tratar o problema, basta acompanhar o post e seguir as dicas que trouxemos aqui. Então, boa leitura!

Por que o cabelo se torna poroso?

Os fios saudáveis possuem uma porosidade média, o que os torna capazes de receber nutrientes de forma equilibrada e evitar a perda excessiva de água. É uma condição em que as cutículas estão acopladas, mas não tão fechadas a ponto de impedir que cremes e óleos penetrem nos cabelos.

Quando as cutículas estão abertas — ou foram, até mesmo, perdidas —, dizemos que as madeixas estão porosas. Há diversos motivos para isso acontecer:

  • uso excessivo de químicas ou processos incompatíveis com o cabelo;
  • exposição frequente aos raios solares;
  • uso constante de chapinha ou secador;
  • banhos muito quentes;
  • contato com cloro da piscina ou água do mar.

Além das madeixas tratadas quimicamente, os cabelos cacheados, crespos e brancos são mais suscetíveis a apresentar uma alta porosidade.

Como descobrir se os fios estão porosos?

Avaliar a porosidade dos cabelos é muito simples. Basta você separar alguns fios secos e limpos, colocá-los em um copo com água filtrada e aguardar 10 minutos. Depois, é só observar!

Porosidade baixa

Se os fios flutuarem, é sinal de que as cutículas estão bem fechadas e a porosidade é baixa. Como as cutículas se encontram fechadas, o cabelo apresentará mais dificuldade em absorver a água e os elementos condicionantes. Em vista disso, o ideal é reforçar a hidratação com o objetivo de devolver a maciez e o brilho aos fios.

Porosidade média

Se os fios ficarem no meio do copo, a porosidade é normal e os cabelos estão saudáveis. Como as escamas estão ligeiramente abertas, vale apostar em uma rotina de nutrição, o que promete repor as vitaminas, os lipídeos e os nutrientes perdidos ao longo do tempo e ainda mantêm a maleabilidade e a força das madeixas.

Porosidade alta

Já se os fios afundarem, ligue o sinal de alerta, pois você está com o cabelo poroso. Como as escamas estão extremamente abertas, em geral pelo uso excessivo de chapinhas, secadores ou pela realização de procedimentos químicos, o recomendado é dar prioridade aos rituais de reconstrução, a fim de fechar as cutículas capilares e recuperar os fios.

Você também pode usar o tato para avaliar a porosidade das madeixas. Para isso, estique bem um fio de cabelo e use o polegar e o indicador em forma de pinça para sentir a textura. Se você encontrar um nozinho ou asperezas, é sinal de que as cutículas estão abertas.

Como tratar o cabelo poroso em casa?

Para reduzir a porosidade dos cabelos, é preciso restaurar a massa perdida e selar as cutículas. Assim, uma boa maneira de recuperar os fios é adotar um cronograma capilar. Você pode começar realizando a seguinte rotina de tratamentos:

  • semana 1 — hidratação, hidratação e nutrição;
  • semana 2 — hidratação, hidratação e nutrição;
  • semana 3 — hidratação, hidratação e restauração;
  • semana 4 — hidratação, hidratação e nutrição.

Lembre-se de realizar os procedimentos em dias alternados, às segundas, quartas e sextas, por exemplo. Ao final do mês, você deve reavaliar a porosidade dos fios para verificar a eficiência do cronograma e, se for necessário, fazer os ajustes.

Ao escolher seus cremes de tratamento, dê preferência a produtos da mesma linha. Com isso, você garante que está oferecendo a seus fios todos os nutrientes necessários para recuperá-los. No mais, não se esqueça de utilizar leave-ins com proteção térmica sempre que for usar chapinha ou secador.

Quais são os mitos e as verdades sobre cabelo poroso?

A seguir, você descobrirá sobre mitos e verdades que envolvem o assunto da porosidade capilar. Confira quais são os mais comentados nos salões de beleza e nas redes sociais!

Verdade

É preciso fazer o teste de porosidade capilar antes de iniciar qualquer procedimento químico. O teste não é apenas para saber em qual nível de porosidade o seu cabelo se encontra e qual é o tratamento mais adequado para ele. Também é necessário repetir a prova ao fazer procedimentos químicos, como escova progressiva, coloração ou relaxamento, pois, se os fios estiverem porosos demais, será preciso cuidar deles antes de utilizar essas técnicas.

Mito

Cabelo com baixa porosidade não precisa de cuidados. Se, no momento em que você fez o teste, os fios boiaram, então a porosidade é baixa, certo? No entanto, isso não significa que as madeixas não necessitem de atenção, sendo a hidratação a melhor maneira de tratá-las. Mas, se as cutículas estiverem extremamente fechadas, o creme não penetrará com facilidade. Por isso, recomenda-se lavar os fios com água morna e usar um shampoo que não deixe resíduos para limpá-los com mais intensidade.

Mito

A hidratação funciona em todas as fases de porosidade. O tratamento feito com regularidade por meio de máscaras concentradas ou com a ajuda de receitas caseiras é muito importante para todos os tipos de cabelo, entretanto ele não é suficiente para tratar os cabelos que apresentam média ou alta porosidade. Se os fios estão medianamente porosos, a nutrição é o mais recomendado. Já, se estão altamente porosos, a reconstrução é a melhor solução!

Verdade

Lavar o cabelo com água fria ou morna ajuda a recuperar o cabelo poroso. Isso se deve ao fato de que a água quente do chuveiro retira toda a umidade natural presente nos fios, tornando-os ainda mais ressecados e quebradiços. Portanto, a dica é utilizar a água fria sempre que for lavar as madeixas. Contudo, se for um grande sacrifício, principalmente nos dias mais frios, use a ducha morna para manter o PH adequado das fibras capilares.

Pronto! Agora, você já sabe o que deixa o cabelo poroso e como cuidar dos fios de maneira adequada para evitar que os danos deixem as madeixas extremamente quebradiças e sem vida. Com os cuidados corretos, as cutículas estarão sempre alinhadas, retendo melhor a hidratação e devolvendo o brilho e a saúde perdidos!

Se gostou do post sobre cabelo poroso, assine a nossa newsletter e receba as novidades que estamos constantemente preparando para aumentar o seu bem-estar e deixá-la ainda mais linda!