sac@softhair.com.br
Tel: +55 (31) 2105-7700 / international@softhair.com.br
Tel: +55 (31) 2105-7700

Qual o Melhor PH para Shampoo e Condicionador

02_02_BLOG

Por:Soft Hair
Cabelo | Shampoo | Soft Hair

02

fev. 2018

Saber o pH de shampoos e condicionadores é um daqueles segredinhos que faz toda a diferença nos cuidados diários das madeixas. Muitas pessoas acreditam, de forma equivocada, que quanto menor for o pH dos cosméticos, melhor.

No entanto, essa informação nem sempre é verdadeira. E o mesmo vale para o oposto: produtos com o pH muito alto podem fazer com que os seus fios ressequem com mais facilidade.

Quando utilizamos produtos com o pH adequado para o nosso tipo de cabelo, conseguimos manter as cutículas alinhadas e saudáveis, evitando uma série de problemas, como ressecamento, oleosidade excessiva, pontas duplas, entre outros.

Mas afinal, como descobrir a composição ideal para os nossos fios? É o que explicaremos aqui. No post de hoje, você descobrirá todas as informações necessárias para manter a saúde capilar sempre em dia. Acompanhe e anote tudo!

O que é pH e como ele é medido?

O chamado potencial hidrogênico (pH), é o índice que mostra o quanto uma substância é alcalina, neutra ou ácida, em uma escala que vai de 1 a 14.

Em geral, o pH do nosso cabelo está em torno de 4,5 e 5,5. Quando aplicamos um shampoo ou condicionador que apresenta um pH muito alto, ou seja, acima de 7, isso significa que ele é alcalino demais e pode ser agressivo para os fios, causando irritação ao couro cabeludo e à pele.

Os produtos com pH menor do que 7, por sua vez, são considerados ácidos e, em determinadas situações, também são capazes de prejudicar os nossos fios. Há ainda, aqueles com pH igual a 7, conhecidos como substâncias neutras.

Por que o pH do shampoo e do condicionador é importante?

Ao utilizar um produto adequado para as nossas madeixas, é possível evitar o crescimento de fungos e bactérias no couro cabeludo, além de mantermos as cutículas dos fios alinhadas e sempre saudáveis.

A maioria dos shampoos são fabricados com um pH que gira em torno de 6 e 7. A medida dos condicionadores, por sua vez, apresenta-se entre 3,5 e 4,5. No entanto, esse índice pode variar um pouco, de acordo com o foco de atuação do produto nos cabelos.

Quer ver só um exemplo? No mercado, é possível encontrar fórmulas específicas para os fios secos ou oleosos e cada uma delas terá um pH diferente, de acordo com o problema a ser resolvido.

Escala de pH dos shampoos

O pH de shampoos indicado para limpar sem agredir os fios varia entre 5,0 e 6,5. Além de contar com um pH baixo, é preciso que o produto tenha ativos hidratantes. Quando a cutícula se abre nas lavagens, tais componentes são responsáveis por penetrar na estrutura capilar, promovendo mais brilho e maciez às madeixas.

Esse é o caso do shampoo anti-resíduos, que tem o pH mais elevado e serve para abrir as cutículas, proporcionando uma limpeza profunda. Por conta disso, o seu uso é recomendado antes de uma hidrataçãoreconstrução ou outros procedimentos no salão que precisam abrir as cutículas.

Além de ser uma excelente alternativa para quem deseja investir em técnicas profissionais, essa formulação pode ser usada em casa, com um intervalo de 15 ou 30 dias.

Escala de pH em condicionadores

Os condicionadores precisam apresentar um pH mais baixo — entre 3,5 e 4,5. Esse nível é ideal para fechar as cutículas que foram abertas a partir da aplicação do shampoo. Assim como citamos, esse produto precisa contar com ativos hidratantes, que são ótimos para reforçar a hidratação dos fios.

Portanto, não se esqueça: antes de comprar os seus cosméticos, é fundamental conferir nas embalagens se as fórmulas apresentam o pH indicado, bem como ativos específicos para manter as suas madeixas sempre belas.

Por que é necessário usar shampoo e condicionador?

Se você é vaidosa e antenada no mundo da beleza, já deve saber que o condicionador precisa ser aplicado somente no comprimento e nas pontas do cabelo, jamais na raiz. Isso porque, o couro cabeludo é naturalmente hidratado e dispensa a necessidade do creme.

Para quem tem as madeixas cacheadas ou crespas, a recomendação é caprichar no uso do condicionador, principalmente nas pontas, sempre massageando bem o produto para penetrar na estrutura capilar.

Caso você utilize um shampoo de pH alcalino, o produto conseguirá abrir a cutícula, realizando uma limpeza completa. Depois disso, o ideal é aplicar o condicionador, para fechar as cutículas novamente. A capacidade de selar os fios vem do pH do condicionador, que é ácido. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de adquirir o cosmético adequado.

Algumas máscaras de tratamento também apresentam o pH mais baixo, dispensando o uso de condicionador, pois são capazes de selar os fios. As informações sobre o pH geralmente estão disponíveis no próprio rótulo dos produtos, mas se você não conseguir descobrir o da sua máscara, o mais seguro é utilizar somente o condicionador.

Como manter o pH dos cabelos equilibrado?

O pH do nosso cabelo varia de 4,5 a 5,5, e do couro cabeludo vai de 3,8 a 5,6. Por isso, é importante utilizar shampoos levemente ácidos, com pH de 4 a 5, mantendo assim, o equilíbrio dos fios.

Nessa faixa de medida, conseguimos fechar as cutículas sem alterar ou prejudicar a estrutura capilar. Shampoos muito ácidos desestabilizam as ligações intermoleculares dos fios, resultando em cabelos com aparência rebelde.

O balanceamento entre os dois níveis da escala é importante, pois o excesso de produtos alcalinos deixa as madeixas porosas. Por outro lado, os produtos muito ácidos são responsáveis por causar o temido efeito pesado e oleoso. Chato, né?

Mas não se desespere! O truque de ouro é equilibrar o uso desses produtos para evitar qualquer resultado incômodo.

Dica: produtos que precisam abrir a cutícula do fio para mudar a estrutura da fibra capilar, como é o caso das colorações, alisantes, relaxamentos e descolorações, têm pH alcalino. Essa abertura de cutículas é uma das grandes causas dos cabelos opacos, quebradiços e sem vida. O pH mais alcalino, de 8 para cima, pode causar a divisão dos fios, surgindo as terríveis pontas duplas.

Evite o shampoo infantil

Tem sido recorrente o uso de shampoos infantis entre os adeptos do low-poo — um método de lavagem que tem como foco tratar os cabelos utilizando produtos com baixo índice de elementos químicos e do modo mais natural possível.

Contudo, apesar de os cosméticos infantis serem livres de sulfato, boa parte deles apresenta pH neutro (7), ou um pouco mais alto, o equivalente a 7,2 (alcalino).

Para as pessoas que têm o cabelo mais seco ou fazem uso de escova progressiva, a recomendação é fugir dessas opções. Explicamos: o pH desses shampoos varia muito e, para quem apresenta um cabelo com química, o uso diário deixará os fios altamente ressecados, fazendo com que a sua escova progressiva dure bem menos. Fique atenta!

Qual é o shampoo ideal para cabelos com química?

Se você tem química nas suas madeixas, o ideal é se preocupar com o pH baixo, já que esses produtos vão manter o cabelo e couro cabeludo em boas condições, ajudando a sua máscara de hidrataçãonutrição ou reconstrução a agir com maior intensidade e eficácia.

Tenha um cuidado especial quando for comprar o seu shampoo: confira se na embalagem contém o nível de pH ou se a fórmula é balanceada para o seu tipo de cabelo. Prefira os produtos capazes de fornecer um equilíbrio natural, dependendo da sua necessidade.

Por exemplo: se os seus fios estão oleosos, invista nas formulações especiais para solucionar esse problema. O mesmo vale para quem sofre com o cabelo seco, quebradiço, rebelde ou sem brilho.

Dica de ouro: o pH não consta no rótulo do produto e você não sabe como identificar essa medição? É simples! Basta comprar um medidor de pH nas lojas de cosméticos ou em estabelecimentos que vendem produtos específicos para salões de beleza.

Somente um profissional pode ajudar

Pensava que o salão de beleza era um local exclusivo para tingir, cortar as madeixas ou fazer aquele penteado incrível para um evento especial? Nada disso! Muito além desses serviços, esses lugares são compostos por profissionais que, com certeza, podem ajudar você a identificar o pH de shampoos e condicionadores mais indicado para os seus fios.

Constantemente, ficamos com o cabelo fraco e sem brilho e acreditamos que uma simples hidratação pode reverter esse quadro. Porém, a saúde capilar não se limita a esse detalhe e, normalmente, somente um especialista na área conseguirá dizer qual o melhor caminho a seguir.

Ao investir nessa ideia, o profissional poderá analisar os seus fios e recomendar os melhores produtos para tratamento. Afinal, as pessoas que têm o cabelo oleoso, dificilmente, utilizarão os mesmos cosméticos que aquelas com os fios com química, e assim por diante.

Por fim, não se esqueça de uma informação importante: se você deseja alcançar um visual realmente satisfatório, adquira apenas produtos de qualidade e que tenham excelentes recomendações. Se ainda estiver com dúvidas, vale fazer uma breve pesquisa na internet, conferir blogs de beleza e outros portais especializados no assunto.

E então, o que achou das nossas dicas sobre o pH de shampoos e condicionadores? Acredita que agora ficará mais fácil de escolher o produto ideal para os seus fios? Para continuar acompanhando mais conteúdos úteis como este, não perca tempo e curta já a nossa página no Facebook!

Compartilhe: