Cabelo 06/11/2017

Como cuidar de cabelos em transição capilar

Muitas mulheres fazem essa pergunta: como fazer a hidratação para cabelos em transição? Pois, saiba que mais que seguir uma tendência, retomar o aspecto natural pode trazer vários benefícios para a saúde dos fios. Dessa forma, mesmo que o seu cabelo tenha passado por anos de química, a transição capilar é uma realidade possível de ser alcançada.

Recuperar a aparência natural também é uma questão de resgatar a própria identidade, valorizando ainda mais tudo o que faz parte da sua personalidade e da sua beleza. Para isso, selecionamos algumas dicas bastante práticas para ajudar nesse processo de transição capilar, devolvendo o volume, as curvas, as ondas e os cachos para as suas madeixas. Afinal, seu cabelão está a poucos passos de você.

Por fim, você confere um passo a passo para arrasar na hidratação do cabelo em transição, começando pela lavagem adequada dos fios, a aplicação de produtos certificados para hidratar e fortalecer a fibra capilar e, finalizando, a maneira correta de fazer o enxágue, sob água fria. Tem interesse no tema, não é? Então, comece agora mesmo a leitura e tire as suas dúvidas sobre o assunto!

O que é e por que fazer a transição capilar?

A transição capilar é um processo de remoção do acúmulo contínuo de substâncias deixadas nos fios e no couro cabeludo, devido aos tratamentos que os cabelos foram submetidos ao longo dos anos. Portanto, promover a desintoxicação dos seus fios devolve as suas propriedades naturais, recuperando-os dos possíveis danos causados pela química.

Por isso, é fundamental tomar certos cuidados ao longo do processo de transição capilar, justamente para que os seus cabelos fiquem cada vez mais saudáveis e fortes. Isso talvez exija algumas alterações na rotina de cuidados, mas certamente as suas madeixas ficarão ainda mais bonitas.

Como cuidar dos cabelos em transição capilar?

Com o contínuo crescimento dos fios, pode parecer complicado, em um primeiro momento, lidar e se acostumar com a mudança de aparência. Contudo, é preciso contar com alguns hábitos para que o processo se torne mais tranquilo, simples e duradouro. A seguir, confira uma série de dicas que separamos para que você entenda como cuidar da melhor forma dos seus cabelos em uma transição capilar.

Entenda o processo de transição capilar

O processo começa ao utilizar produtos específicos para a remoção do tratamento químico, que agirão profundamente na fibra capilar, sem deixar seus cabelos com aspecto quebradiço. Isso também promove a reconstrução dos fios, retornando aos níveis naturais de pH. Do mesmo modo, é preferível usar produtos para nutrir e hidratar seu cabelo, de acordo com o aspecto, seja ele liso, ondulado ou cacheado, deixando-o com o brilho e com aquele volume que você sempre quis.

Use produtos adequados para cachos

O retorno dos cachos, um dos resultados mais esperados pela transição capilar, traz consigo uma série de cuidados que precisam ser considerados de acordo com o seu tipo de cabelo. Para isso, é preciso fazer o uso constante de produtos adequados para a estrutura do seu cabelo cacheado.

Logo, dê preferência para aqueles que nutrem os fios, evitam o ressecamento das pontas e combatam o famoso frizz (nome que se dá à textura difusa e irregular dos fios, que não se alinham ou se enrolam de maneira harmoniosa).

Não troque uma química por outra

Desintoxicar o cabelo não significa trocar uma química por outra. Assim, opte sempre por produtos com vitaminas e nutrientes naturais em sua composição, que não contenham substâncias semelhantes às quais você costumava utilizar nos tratamentos feitos anteriormente. Dessa forma, você não compromete todo o trabalho e os progressos que o seu cabelo já obteve no processo de desintoxicação.

Evite o secador

Seque seus cabelos naturalmente, sem o auxílio de secador. Utilize uma toalha de microfibra ou mesmo uma camisa de algodão, massageando cuidadosamente para dar volume e evitar o frizz. Para finalizar, utilize produtos que ajudem na definição dos cachos, como defrizantes, gelatinas ou estimuladores de cachos, nos fios úmidos ou secos para selar as pontas.

Desembarace corretamente

Uma situação bastante incômoda surge no momento de desembaraçar os fios, e é preciso ter um cuidado extra para não parti-los. Portanto, é necessário ter delicadeza, principalmente quando o cabelo está molhado e fica mais propenso à quebra. Assim, procure desembaraçar o cabelo com um pente de dentes largos, pois ele ajuda a diminuir o atrito.

Adote uma rotina de tratamento

Quem passa por uma transição capilar, certamente, já entende da importância de adotar uma rotina de tratamento. Você pode, por exemplo, criar um cronograma, como uma espécie de agenda, especificando os passos e os cuidados básicos para que o seu cabelo fique ainda mais saudável e bonito no dia a dia.

Aprenda a definir melhor os cachos

Se você deseja ter cachos mais uniformes e modelados, uma dica é utilizar um aparelho automático nos fios. Ele possibilita formar cachos rapidamente, mas também existem outras técnicas de finalização mais práticas, como a fitagem e o dedoliss. Nesse caso, os cachos são definidos com os próprios dedos, geralmente utilizando um creme para pentear e, também, um ativador de cachos.

Redescubra-se

Além da desintoxicação, a transição capilar também é uma redescoberta da sua beleza natural. Resgate aquelas fotos de anos atrás para matar um pouquinho da saudade dos seus cabelos, enquanto eles retornam ao jeito que eram antes. No fim desse processo, você se tornará a melhor versão de você mesma: mais bela e com a autoestima elevada.

Qual o passo a passo da hidratação para cabelos em transição?

A hidratação é feita com o objetivo de repor a água dos fios, garantindo que o cabelo fique mais macio e maleável. Por isso, a indicação é utilizar produtos com extratos vegetais em sua formulação, como os que contêm frutas (coco, abacate, tamarindo etc.) e vitaminas. Assim, ao longo do período de transição, a hidratação deve ser feita, ao menos, duas vezes na semana, após o devido passo a passo.

Lavar os cabelos

A transição capilar exige um cuidado especial na hora de lavar o cabelo, a começar pela temperatura. Nesse momento, você deve fazer a lavagem em água morna, uma vez que a quente pode aumentar a produção de oleosidade no couro cabeludo.

Depois, você deve escolher um shampoo — uma dica é apostar no Shampoo Cachos Tipo 3 Soft Hair, próprio para cabelos cacheados — que consiga limpar a sujeita e tratar o ressecamento dos fios, aplicando o produto apenas no topo da cabeça, em massagem delicada com a ponta dos dedos.

Usar o produto de hidratação

Na hora de aplicar a hidratação, você deve ficar de olho na recomendação de uso do fabricante. O Creme Reestruturador Keratin Line, por exemplo, é uma combinação de vitaminas, aminoácidos e lipídios do abacate com a poderosa ação reconstrutora da queratina.

O produto, bastante indicado para quem sofre com fios quebradiços e sem vida, tem um rápido resultado, deixando o cabelo com mais brilho e maciez. Para usar a máscara, disponível na embalagem de 240 gramas, você deve aplicá-la após o uso do shampoo, enluvando as mechas e deixando as substâncias agirem por até 10 minutos.

Para cabelos em transição, danificados pelo uso excessivo da chapinha e dos processos químicos, a Máscara Soft Máxima Reparação também pode ser bastante poderosa. Com ceramidas, sericina e tamarindo na sua fórmula, o produto deve ser aplicado após uso de shampoo, agindo por 3 minutos nas mechas.

Da mesma forma, a Máscara Misturinha Potente Cachos Tipo 2/3/4 traz na composição o óleo de coco e a manteiga de abacate, que promovem uma hidratação intensa dos fios, impulsionando uma transição capilar saudável. A aplicação se dá após uso do shampoo, com tempo de 5 minutos para que as substâncias ajam na fibra.

Enxaguar com água fria

Continuando os cuidados diários com o cabelo, o momento de enxaguar os fios também é fundamental para o sucesso da sua transição capilar, devendo a temperatura do banho ser novamente regulada. Escolha remover os produtos do cabelo com água fria, que ajuda a fechar as escamas e controla possíveis danos externos à fibra.

Outra dica é não abusar da toalha comum para secar as madeixas. Já que o objeto tende a marcar o volume do cabelo, aumentando as chances de você ficar com frizz, devido à ação de atrito com o tecido depois da secagem. Então, prefira utilizar uma toalha em material microfibra, semelhante a roupas de algodão.

Com a ajuda deste post, esperamos que você tenha aprendido como fazer a hidratação dos cabelos em transição capilar. Lembre-se de que um fator que influencia bastante o efeito dos fios é o uso de produtos de qualidade, com comprovação de testes dermatológicos e que sejam adequados para o seu tipo de fibra.

Agora, continue se informando sobre dicas para manter a saúde dos cabelos com os melhores produtos e linhas de beleza do mercado. Siga a gente nas redes sociais: estamos no Facebook, no Instagram e no YouTube!