Cabelo 06/02/2019

Suor na cabeça pode prejudicar a saúde do cabelo? Entenda!

O suor na cabeça é inevitável, principalmente durante o verão ou a prática de atividades físicas. Só que muita gente não sabe que ele faz muito mal ao cabelo, pois contém uma grande quantidade de sal, o qual, em contato com os fios, provoca uma série de danos.

Além disso, seu contato direto com o couro cabelo contribui para que a poluição, a oleosidade e a sujeira do ambiente se depositem no local, dando a sensação de cabelos mais sujos, pesados ou oleosos, que precisam ser lavados com maior frequência.

Sendo assim, preparamos um post especial com as principais informações sobre esse assunto, além de alguns cuidados que podem ser tomados para proteger suas madeixas dos terríveis efeitos do excesso de suor. Continue a leitura e confira!

O que o excesso de suor na cabeça pode provocar?

Quando em excesso, o suor na cabeça pode deixar os fios quebradiços, ressecá-los, causar opacidade e piorar casos de caspa, dermatite e oleosidade excessiva, além de provocar mau cheiro e sensação de cabelo sujo.

Isso acontece porque, no couro cabeludo, existem muitos poros minúsculos que absorvem a transpiração, impedindo que os nutrientes cheguem até as pontas e fazendo com que fiquem presos no local.

Cabelos que ficam expostos por muito tempo a ambientes quentes e úmidos também têm maior risco de contrair dermatite seborreica justamente pelo excesso de oleosidade constante. No entanto, o suor não provoca a queda dos fios.

Como evitar esses efeitos nos fios?

A seguir, confira os principais cuidados que podem ser tomados para proteger seus cabelos dos efeitos do suor!

Utilize finalizadores

Procure utilizar um leave-in, silicone ou óleo vegetal de sua preferência antes da atividade física. Isso vai formar uma película protetora no fio que reduzirá os efeitos do excesso de suor na cabeça.

Lave os cabelos regularmente

Evite deixar o cabelo em contato com o suor por muito tempo, pois o sal — mesmo depois de o cabelo estar seco — permanece nos fios e na pele. Então, lave-o regularmente com um shampoo de limpeza profunda, aplique uma máscara de tratamento e finalize com o condicionar. Esses cuidados manterão o couro cabeludo limpo e as madeixas hidratadas.

Prenda os cabelos ao realizar atividades físicas

Prenda os cabelos de forma que o contato com o suor seja o menor possível. Faça sempre um coque, um rabo de cavalo ou uma trança. Além disso, procure utilizar faixas esportivas que segurem a franja e a impeçam de “grudar” na testa. Lembre-se de evitar elásticos muito apertados para não causar a tração excessiva dos fios, combinado?

Proteja os fios do sol e do cloro

Se sua atividade física é ao ar livre, é essencial saber que, assim como o excesso de suor, o sol também danifica os fios. Portanto, use chapéus, bonés e um protetor solar específico para cabelos. Se você pratica natação ou hidroginástica, lave-os com água doce antes de começar e logo depois de terminar a aula.

Como você pôde notar neste post, é fundamental manter certos cuidados com o excesso de suor na cabeça para não comprometer a saúde dos fios e do couro cabeludo. Além disso, é importante selecionar bons produtos e estabelecer um cronograma de cuidados capilares. Assim, o ressecamento, a quebra e a opacidade passarão bem longe das suas madeixas, as quais permanecerão sempre protegidas, bonitas e saudáveis.

E aí, gostou de saber quais são os efeitos do excesso de suor na cabeça e como proteger seus fios desse mal? Ficou com alguma dúvida ou gostaria de adquirir produtos de boa qualidade para auxiliá-lo nesse processo? Então, entre em contato conosco para que possamos ajudá-lo!