Cabelo 07/01/2019

Qual a diferença entre quebra e queda de cabelo? Entenda!

Uma pergunta básica: você sabe a diferença entre quebra e queda de cabelo? Muitas pessoas costumam entrar em pânico quando percebem que há muitos fios espalhados pela casa ou no travesseiro, logo após acordar.

Se esse é o seu caso, tente não se desesperar. Afinal, todo mundo costuma perder até 150 fios diariamente! Em seguida, a melhor saída é observar se a quantidade de cabelo perdida está aumentando e, posteriormente, identificar a causa: as suas madeixas estão caindo ou se quebrando?

Pensando nisso, criamos um post exclusivo sobre o assunto. Na leitura de hoje, você aprenderá a diferenciar o que acontece com o seu cabelo, bem como alguns métodos eficazes para contornar a situação. Confira!

Saiba tudo sobre a queda capilar

A primeira dica para entender a diferença entre quebra e queda de cabelo é conhecer a fundo as duas situações. Para começar, vamos falar sobre a queda capilar que, geralmente, está diretamente ligada a fatores hormonais, genéticos e emocionais.

Em média, cada indivíduo pode perder entre 100 e 150 fios por dia, mas se o fenômeno for mais intenso do que isso, é importante procurar ajuda médica para descobrir a causa do problema.

Quando a complicação possui origens hormonais, é possível que o paciente apresente algum distúrbio na tireoide ou hipófise. Além disso, existem outras questões que colaboram para esse mal, como estresse elevado, diabetes, câncer e má alimentação.

Homens e mulheres também podem sofrer com a chamada alopecia androgenética, um problema que faz com que os fios fiquem mais escassos no couro cabeludo.

Entenda mais sobre a quebra dos fios

Já a quebra capilar pode ser notada assim que o indivíduo passa a mão pelo couro cabeludo e sente uns pedacinhos de fios soltos. Isso acontece porque o cabelo não quebra na raiz, mas ao longo de sua estrutura.

Entre as causas dessa complicação, estão os fatores externos, como o excesso de tintura, alisamento e relaxamento. Caso você tenha notado esse sintoma, é importante suspender qualquer hábito prejudicial e investir em alternativas capazes de nutrir o cabelo — do couro às pontas.

Como identificar

Ainda em dúvida? Então, é possível recorrer ao teste da elasticidade. Funciona assim: pegue um fio de cabelo e estique de modo delicado. Depois, acompanhe o resultado. Se o fio voltar naturalmente ao seu estado anterior, sem alterações de espessura, significa que não há nada de errado.

Por outro lado, se o fio se quebrar facilmente ou ficar com o aspecto áspero, é melhor ter atenção: provavelmente, o seu cabelo está ressecado e com grandes chances de quebra.

Descubra como prevenir quedas e quebras

Tanto para a queda quanto para a quebra, é importante que você visite um dermatologista ou endocrinologista. Com o acompanhamento médico, será possível identificar a verdadeira causa do problema e seguir o tratamento mais adequado para você.

Contudo, também é possível investir em algumas mudanças na rotina, que são excelentes para favorecer a saúde dos fios. Veja!

Hidratação

Caso você apresente sinais de queda capilar, o melhor caminho é investir em uma boa hidratação. Esse tratamento deve ser realizado a cada 15 dias ou semanalmente.

As suas madeixas estão muito danificadas? Então, a recomendação é seguir um cronograma capilar — um tratamento a médio prazo e que tem o objetivo de hidratar, nutrir e regenerar os fios, acabando, assim, com a quebra.

Protetor térmico

Outra técnica incrível é, sempre que possível, aplicar um defrizante antes da escova ou chapinha. Esse produto é ótimo porque consegue proteger a fibra capilar das altas temperaturas provocadas pelos equipamentos térmicos.

Alimentação correta

Que tal ter uma atenção redobrada com sua alimentação? Na hora de realizar as refeições, procure consumir alimentos ricos em biotina — uma substância capaz de prevenir a queda de cabelo e retardar o surgimento de fios brancos. Exemplos desses ingredientes são as castanhas-do-pará, avelãs, ovos e grãos integrais.

Com essas dicas, em pouco tempo você notará que as suas madeixas estão mais bonitas e saudáveis. Vale a pena! Lembre-se: caso o problema não desapareça, procure ajuda médica imediatamente!

E então, conseguiu entender a diferença entre quebra e queda de cabelo? Agora que você já sabe tudo sobre o assunto, aproveite e compartilhe o post nas suas redes sociais!