Cabelo 13/05/2019

Estou ficando careca? 4 dicas para te ajudar a descobrir!

Em algum momento você deparou-se com a pergunta: será que estou ficando careca? Pois, saiba que esse é um problema recorrente que afeta tanto homens quanto mulheres. A calvície pode ser tratada, mas é recomendável se precaver quanto antes.

Os primeiros sinais ocorrem com o surgimento das famosas “entradas” na cabeça — alguns pontos em que o cabelo cai completamente. Nessa fase, é mais simples corrigir as falhas, aumentando as chances de reverter a perda dos fios.

Se interessou pelo tema? Então, continue a leitura e descubra 4 dicas para a pergunta inicial: será que estou ficando careca? Acompanhe!

Afinal, estou ficando careca?

O problema da calvície é enfrentado por muitas pessoas, sendo necessária uma boa observação das causas para conseguir entender a situação e descobrir se é possível revertê-la. Isso porque quem é acometido, geralmente, se sente menos confiante com a própria aparência. 

Alguns sinais, como desequilíbrio hormonal, carência nutricional, doenças no couro cabeludo e estresse são fatores que podem gerar a perda dos fios. Entretanto, um dos motivos mais comuns é a chamada alopecia androgenética, responsável pelo afinamento do cabelo na região da coroa ou das têmporas.

A calvície é lenta e silenciosa, por isso, é preciso prestar atenção em todos os sintomas. A principal recomendação é iniciar o tratamento assim que o problema for percebido, a fim de conhecer os fatores e colaborar para a interrupção da situação.

Quais são os 4 sinais de calvície? 

Como visto, as causas podem ser inúmeras — e é preciso agir rapidamente para resolver a alopecia. Confira, a seguir, 4 sinais que demonstram que você pode estar ficando careca.

1. Alteração na espessura dos cabelos

A espessura dos fios pode passar por uma mudança, como se estivesse mais fina e áspera, o que indica um forte sintoma da calvície. Inclusive, o pico hormonal da adolescência é uma fase onde são observados altos índices de DHT, hormônio responsável por desencadear a perda androgenética do cabelo.

2. Diminuição do volume

Um dos fatores mais comuns é a diminuição do volume na cabeça, portanto, preste bastante atenção quando a situação surgir. É recorrente, por exemplo, pentear as madeixas e sentir que os fios se tornaram mais finos e propensos à queda.

3. Perda constante dos fios

Ao tomar banho e escovar o couro cabeludo, observe a quantidade de pelos que caem. O normal é que caiam até 100 fios por dia. Caso sinta que está perdendo mais do que o habitual, não hesite em procurar um médico imediatamente.

4. Coceira na cabeça com frequência

A coceira frequente pode ser uma forte indicação da calvície. Entretanto, a condição também pode estar ligada a outros problemas dermatológicos, como a psoríase ou a dermatite. É preciso ter cuidado, pois, a fricção excessiva ao coçar e escovar o cabelo causa danos irreversíveis nos folículos pilosos com o passar do tempo.

Alguns sintomas podem, ainda, indicar doenças do couro cabeludo, sendo importante buscar ajuda médica assim que a pessoa perceba a alteração. De qualquer maneira, esperamos que o conteúdo tenha respondido a pergunta: será que estou ficando careca? Seguindo nossas dicas, certamente você conseguirá reverter o quadro quanto antes!

Gostou do artigo? Então, siga a Soft Hair nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades! Estamos no Facebook, Instagram e YouTube. Até a próxima!