sac@softhair.com.br
Tel: +55 (31) 2105-7700 / international@softhair.com.br
Tel: +55 (31) 2105-7700

Afinal, é possível amenizar os efeitos da chapinha?

afinal-e-possivel-amenizar-os-efeitos-da-chapinha.jpeg

Por:Soft Hair
Cabelo

11

jun. 2018

A melhor amiga das mulheres que não abrem mão do cabelo liso é a prancha. Usar de vez em quando, para dar aquela disciplinada nos fios, tudo bem. O problema é quando você não sai mais de casa sem ter passado ela nos cabelos. Nestes casos, é preciso tomar alguns cuidados para amenizar os efeitos da chapinha.

A alta temperatura em contato direto pode causar danos à estrutura interna dos fios. Nos casos de cabelos com química, o estrago pode ser ainda mais agressivo, como a quebra e aquele indesejável frizz. O assunto é tão sério que virou tema de estudo da Faculdade de Ciências Farmacêuticas e do Instituto de Química da USP.

Mas não precisa entrar em pânico e abandonar sua prancha! Selecionamos algumas dicas para proteger seus fios em contato com o calor excessivo. Acompanhe!

Use protetor térmico

O ritual começa com uma boa lavagem e enxágue. Depois, aplique o protetor térmico para proteger os fios do calor do secador e da chapinha. O produto, que pode ser um leave-in termoativado com silicone ou queratina, evita o ressecamento e faz o efeito liso durar mais tempo. Coloque um pouco nas mãos e aplique delicadamente nos cabelos.

Separe mechas pequenas

Só use a chapinha depois de secar e escovar todo o seu cabelo. Deixe a preguiça de lado e separe os fios em pequenas mechas. Dessa forma, você vai passar a prancha menos vezes e o resultado será melhor.

Outra dica importante é respeitar a distância de três centímetros da raiz para não correr o risco de queimar o couro cabeludo. Jamais use o aparelho com os fios úmidos!

Faça movimentos rápidos

Na ânsia de acabar logo ou ter um efeito mais chapado, muitas mulheres passam a chapinha bem devagar. Não faça isso! Deixar a prancha “parada” danifica ainda mais os fios e pode até queimá-los. A regra é clara: faça movimentos rápidos!

Desembarace os cabelos

Aquele puxão na hora que passa a prancha é bem desagradável, não? Quando a chapinha trava, é sinal de que seus cabelos estão embaraçados e você está forçando a barra. Por isso, desembarace-os bem antes de começar.

Tenha uma prancha de qualidade

O mercado apresenta uma grande variedade de marcas e preços de chapinhas. Quando o assunto é a saúde dos seus cabelos, não é conveniente comprar qualquer aparelho. Se você faz uso frequente do aparelho, invista em uma prancha de qualidade que ofereça regulador de temperatura. As melhores são as de cerâmica e íon.

O modelo de metal e sem termostato atinge temperaturas muito altas e pode torrar o cabelo se não for usado com cuidado. Aliás, quando for ao seu salão, não tenha vergonha de perguntar qual equipamento está sendo usado.

Hidrate os fios

Não existem cabelos saudáveis sem hidratação. Aqueles castigados por químicas, alisamentos e chapinhas precisam de atenção redobrada. Uma boa máscara capilar, indicada para o seu tipo de cabelo, ajuda a reduzir os danos às fibras e repor a água e os aminoácidos. Você pode aplicar uma vez por semana e colocar 3 gotas de óleo de argan para potencializar o resultado.

Agora que você está por dentro dos cuidados para amenizar os efeitos da chapinha, vale lembrar mais uma dica superimportante: nunca alise seus cabelos quando estiverem sujos, pois a oleosidade da raiz se espalha e deixa um aspecto pesado. Nestes casos, o melhor é lavar seus cabelos e começar todo processo novamente.

Quer saber mais como cuidar dos seus cabelos? Baixe nosso guia exclusivo sobre o ciclo de vida do cabelo e veja quais os produtos e tratamentos mais indicados para cuidar dos fios cada etapa do crescimento capilar. Boa leitura!

Compartilhe: