Cabelo 03/07/2019

Confira aqui o manual completo sobre escova de cabelo

As escovas são todas iguais, certo? Não, errado. De diferentes modelos, com design atraente e desenvolvidos com alta tecnologia, cada escova de cabelo é indicada para determinado tipo de procedimento ou mesmo texturas variadas de fios.

Indispensáveis no dia a dia, elas são grandes aliadas na hora de deixar as madeixas arrumadas de acordo com a sua preferência. Porém, é preciso conhecer seus propósitos para buscar um melhor aproveitamento.

A seguir, compartilhamos um manual completo sobre como escolher a melhor escova de cabelo para você. Confira!

Qual é o formato ideal de escova de cabelo?

As escovas de cabelo são itens básicos que compõem os acessórios de beleza, mas nem todas têm a mesma função. A melhor forma de poupar dinheiro e comprar apenas o adequado é escolher o modelo específico para cada finalidade. Assim, você contribui tanto para a saúde dos fios quanto para o bom resultado do penteado proposto.

No momento de comprar a escova, leve em consideração seu cabelo. Certamente existe um formato ideal para o seu tipo de fio, sendo que a escolha apropriada fará toda a diferença na hora de estilizar as madeixas. Listamos algumas opções a seguir. Acompanhe!

Raquete

As escovas do tipo raquete desembaraçam com perfeição o cabelo seco e também servem para dar brilho aos fios. Se você gosta de babyliss, garanta ondas naturais penteando os fios algumas vezes com esse acessório quando já estiverem frios. Além disso, existem outros benefícios, como:

  • estimula o couro cabeludo, pois ativa a circulação;
  • ajuda no crescimento dos cabelos;
  • auxilia na hora de desembaraçar;
  • facilita a secagem das madeixas.

Redonda

As escovas redondas são curingas para modelar os cabelos — principalmente quando o objetivo é dar volume à raiz ou movimento aos fios. Prefira opções com cerdas de diferentes espessuras, pois elas seguram melhor as madeixas e ajudam no momento de secar.

Já para alisar, as versões com base de cerâmica são as melhores. É importante ter em mente que, quanto maior for o diâmetro da escova, mais lisos os fios tendem a ficar. Esse acessório também alisa a franja e é ideal para cabelos com cortes em camadas.

Oval e semioval

As escovas ovais são usadas para desembaraçar e modelar os cabelos secos, não sendo indicadas para uso quando estiverem molhados. Já as semiovais, que geralmente têm cerdas de plástico, são ideais para dar forma (mas inadequadas para pentear comprimentos longos).

Giratória

Trata-se de uma boa opção para modelar e dar volume ou leveza aos fios. Antes de decidir qual é o melhor produto, porém, você deve avaliar aspectos como: tamanho, tecnologia adotada, temperatura e funcionalidade. Em geral, as escovas giratórias funcionam muito bem em todos os tipos de cabelos, modelando e deixando os fios soltos ou com ondas.

Quanto ao material, a maioria dessas escovas é coberta por cerâmica, o que ajuda a impedir que os fios atinjam temperaturas excessivas e proporciona uma melhor distribuição de calor. Já o titânio (matéria-prima usual) emite uma grande quantidade de íons, que:

  • inibem a ação de bactérias presentes nos fios;
  • fecham melhor as cutículas;
  • diminuem o efeito do frizz;
  • conferem brilho aos cabelos.

Que esquenta

Nesse caso, é necessário avaliar alguns aspectos oferecidos pelos fabricantes. As escovas que esquentam são basicamente modelos de chapa, indicados para o alisamento dos fios. Vale lembrar que elas não modelam como as giratórias, portanto são recomendadas para fios mais lisos ou finos.

Quais são os tipos de cerdas disponíveis?

As escovas de uso doméstico, assim como as profissionais, trazem vários tipos de cerdas. Vejamos as principais a seguir.

Naturais

O modelo feito com esse material é mais adequado para diminuir o volume e dar brilho aos fios. Seu uso é indicado para quem quer modelar os cabelos ondulados ou cacheados, pois há uma maior aderência às mechas. As cerdas naturais são excelentes para diminuir o frizz, já que conduzem menos eletricidade.

Nylon

Trata-se das escovas mais comuns no mercado, duráveis e adaptadas para cabelos grossos e lisos. Na hora de usar o secador, não o aproxime do acessório, pois as cerdas podem derreter, causar danos ao couro cabeludo ou, caso não sejam ionizadas, desencadear frizz. Por isso, opte por aquelas antiestáticas se possível.

Mistas (javali e nylon)

Duráveis e de fácil conservação, essas escovas podem ser usadas em qualquer tipo de cabelo. As cerdas de javali alisam os fios, enquanto as de nylon desembaraçam. Existem também as cerdas de nylon com pontas arredondadas, que estimulam o couro cabeludo e auxiliam na distribuição da oleosidade natural do cabelo.

Plástico

As escovas de cabelo com esse material proporcionam um efeito liso duradouro. As cerdas de plástico desembaraçam bem, não são rebuscadas e não danificam os fios. O modelo é indicado para cabelos finos, menos ondulados ou lisos.

Metal

Essa opção é durável e também indicada para a escovação com o secador. Porém, ela deve ser usada com cuidado, pois escovadas mais bruscas podem machucar o couro cabeludo.

Madeira

Trata-se de escovas específicas, ideais para tirar a eletricidade dos fios e uso em cabelos secos, exigindo maior conservação. Vale ressaltar que, quanto mais próximas as fileiras de cerdas forem uma da outra, mais recomendado esse modelo será para cabelos finos. Quanto mais grosso for o fio, por outro lado, mais indicadas serão as escovas com cerdas em fileiras separadas umas das outras.

Quais tipos de pente são recomendados?

Para as donas de cachos ou cabelos crespos que não querem eliminar a curvatura dos fios, a orientação é optar por penteá-los com as mãos ou pentes. Caso tenha a necessidade de usar uma escova, opte por uma de formato raquete e com as cerdas mais espaçadas, mas só a utilize com os fios molhados.

Isso vale para todos os tipos de cachos, já que cabelos com curvatura são mais frágeis. Agora, conheça algumas opções de pentes.

Largo

Com dentes grandes e espaçados, essa é a escolha certa para cabelos de maior volume, enrolados e cheios de cachos. O pente largo não vai estragar ou quebrar os fios — e também é usado para soltar as mechas após o babyliss.

Longo e fino

O curto espaçamento entre as cerdas é útil para aplicar substâncias nos cabelos, como em hidratações, tinturas ou alisamentos. Para o uso diário, no entanto, esse modelo deve ser evitado por pessoas com cabelos crespos e cacheados, pois serve para desfiar e dar volume aos fios.

Garfo

Ideal para cabelos cheios e volumosos, este pente é usado para ajeitar os fios e deixá-los no estilo black power.

Ionizado

Trata-se de um modelo mais recente, que serve para selar os fios depois da cauterização, reduzir o frizz e garantir um ótimo acabamento.

Como proteger seus fios da forma correta?

Para o uso habitual de escovação, chapinha e babyliss, é essencial proteger seus fios de altas temperaturas e eventuais desgastes. Por isso, aposte em produtos finalizadores antes e após modelar o cabelo, para manter sua saúde.

Logo depois do protetor térmico, outro item indispensável é o defrizante capilar. Ambos os produtos criam uma proteção para os fios, inibindo possíveis danos causados pelos procedimentos de beleza. Além disso, protegem o cabelo da umidade e controlam os fios mais rebeldes, evitando aquele aspecto eletrizado.

Pronto! Agora você conhece as opções de escova de cabelo disponíveis no mercado e vai saber encontrar a melhor opção para seus fios. Faça mais pesquisas, consulte o catálogo completo de produtos e tire todas as suas dúvidas antes de comprar uma. Não deixe de priorizar a saúde e a beleza de seus cabelos, combinado?

Curtiu este artigo? Então, aproveite e conheça nossa linha especial de produtos finalizadores!